Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

No divã

No divã

Sex | 31.08.18

Desafio minimalista

Para iniciar setembro, vou alinhar no desafio 30 dias minimalista, apresentado pela Just Smile! Nunca fui muito boa nestas coisas, já tentei embarcar noutros semelhantes, mas acabava sempre por desistir. Contudo, como estou com a energia toda para começar setembro e quebrar um ciclo que não tem sido muito positivo para mim... nada melhor que um desafio para manter o foco!

 

 

Amanhã é o dia off, mas preparei um post para vocês sobre o mês que aí vem, que é, de certa forma, o meu "janeiro" e que marca uma nova etapa.

Ter | 28.08.18

Coisas de adultos

Como disse aqui, tenho tido algumas dificuldades em planear a minha vida e mesmo a curto prazo não consigo vislumbrar os próximos passos. Não tendo nem sequer chegado a um quarto de século que, dizem, é uma data importante vejo-me dividida quanto a vários pontos.

Há muito que sinto falta de ter um espaço meu, onde possa ter as minhas próprias rotinas, a minha decoração, tudo ordenado como mais gosto e que, por isso e alguns outros pontos, penso em sair de casa dos meus pais. Contudo, se por um lado tenho uma voz na minha cabeça que diz “vai, está na hora!”, por outro tenho outra voz que me diz que ainda sou nova, que me devia estar a divertir como a maior parte dos meus amigos e conhecidos da mesma idade e menos preocupada com essa nova fase da minha vida que traz consigo mais responsabilidades e dores de cabeça. No fundo, tenho medo de estar a querer crescer depressa demais e de um dia olhar para trás e perceber que perdi oportunidades deliciosas de gozar a minha juventude.

Não cresci num berço de ouro e, desde muito pequenina, fui ensinada a poupar, a perceber que não se pode ter tudo ou que, pelo menos, para ter o que quero é necessário fazer esforços financeiros, pois nada me é dado de mão beijada. Graças a todos os preciosos ensinamentos que me foram passados desde tenra idade, fui desenvolvendo os meus próprios hábitos de poupança (falarei deles noutro dia), sou muito ponderada em relação às compras que faço (sejam elas de 5€ ou 500€) e sinto que, muitas vezes, caio num outro extremo. O que me leva, mais uma vez, a ter duas vozinhas distintas na minha cabeça que tanto me dizem “isso, tens de poupar o teu dinheiro para um dia teres uma casa, lidar com imprevistos que podem surgir, ter uma vida mais desafogada e viajar” como “relaxa, pelamor de Deus e aproveita a vida como toda a gente da tua idade faz. Tu trabalhas, ganhas o teu dinheiro e nem sequer tens grandes obrigações financeiras atualmente.”. E se estiver a privar-me de comprar determinadas coisas que até não me vão deixar a contar os trocos para chegar ao final do mês com dinheiro, que eu gosto, quero e, por vezes, até necessito em prol de um futuro incerto?

Serei a única a ter estas “crises” com estas coisas de adultos? Sintam-se à vontade para comentar e partilhar as vossas experiências e opiniões!

Dom | 26.08.18

Sobre

Olá a todos(as)! Eu sou a J. e estou, pela milionésima vez, a criar um blog - sinto-me inspirada!

Depois de passar pelo (doloroso, demorado, etc.) processo de atribuir um título a este novo espaço, optei por um que fizesse alusão a um dos propósitos deste blog: partilhar algumas experiências pessoais, emoções e pensamentos... tal e qual como no divã de Freud. Além de pretender ser um blog de cariz pessoal, planeio - sempre que possível - partir da minha experiência pessoal para escrever sobre outros assuntos que me interessam, como livros, refeições, organização, gestão de dinheiro, etc.

 

UM POUCO SOBRE MIM

Como referi, não é a primeira vez que tenho um blog. Já tive blogs que duraram mais do que três dias e blogs que não duraram mais do que trinta minutos: uns tiveram mais sucesso do que outros (leia-se: eu sou muito perfecionista e, muitas vezes, achei que estava a contribuir para a lixeira digital, produzindo conteúdos com baixa qualidade/ sem qualquer interesse, acabando, assim, por desistir do "projeto"). Então, de certa forma, esta nova tentativa é também uma tentativa de abandonar/ reduzir esta quimera do perfecionismo que me traz, muitas vezes, frustrações.

 

Sou Terapeuta da Fala Comunicação e, apesar de não ter conquistado o meu "lugar ao sol" (longe disso, na realidade), sinto-me uma sortuda por estar a trabalhar na área, em condições minimamente decentes, numa altura em que se fala tanto em desemprego, condições vergonhosas precárias de trabalho, etc. Ao mesmo tempo que trabalho a tempo inteiro, decidi investir na minha formação e especializar-me mais naquelas que são as problemáticas que, atualmente, encontro em contexto laboral - o que nem sempre é fácil de gerir! Neste campo, espero novidades em breve... novidades e decisões para tomar!

 

Como puderam perceber acima, sou perfecionista na maior parte das minhas demandas - o que me traz alguns dissabores. Também não sou a pessoa mais calma à face do planeta (mas estou in progress nesta parte!). Sobre estas características que tão bem me caracterizam (espero) teremos tempo de desenvolver mais conteúdos.

 

Gosto de ler e também de escrever, de agendas e blocos de notas e de viajar (q.b.). Sou curiosa comó raio. Gosto de organização (exceção para o meu guarda-roupa), de poupar e gerir o meu dinheiro e sou exageradamente rigorosa com este último ponto.

 

Gosto de ter tudo sob controlo. No entanto, atualmente (e já há algum tempo) sinto que nem sempre tenho o "comando" da minha própria vida e não consigo planear a mesma... nem mesmo a curto prazo, mas isto é conversa para depois.

 

Se ainda estão a ler, sejam bem-vindos. Espero que se juntem a mim nesta viagem.